segurança de dados

Fintechs e a importância da segurança de dados

O processo de digitalização da sociedade está cada vez mais rápido e falar em tecnologia sem citar Inteligência Artificial, internet das coisas e Digital banking é impossível.

Os avanços tecnológicos estão mudando processos, ações e ideias, estruturar os serviços e produtos, deixando-os mais práticos, eficientes e com custos reduzidos são alguns dos focos das fintechs, mas esse tipo de startup é segura para os dados dos clientes?

Segurança de dados nas fintechs

As fintechs são bons exemplos de quanto as pessoas estão em busca de evolução nos serviços financeiros, essas empresas de tecnologia estão crescendo cada vez mais ano a ano e não vão desaparecer tão rápido.

As fintechs sabem que se não oferecerem serviços seguros e de qualidade, fica inviável ganhar espaço no mercado, por isso estas estão investindo mais na segurança de suas operações e na proteção dos dados de seus usuários.

O setor está se desenvolvendo rapidamente e acompanhando as exigências dos mais de 140 milhões de brasileiros conectados à internet.

Um bom planejamento de segurança nas fintechs é primordial que não vai apenas garantir que as informações estão protegidas, mas também pode resultar na redução dos custos dentro dessas empresas, além da prevenção de crise envolvendo vazamentos de dados.

A segurança da informação deve estar presente em todos os processos e atividades regidas pelas fintechs, pois envolve informações confidenciais dos usuários, protegidas por lei, que devem ser tratadas com cautela e privacidade.

Transmissão de dados

As fintechs não funcionam sozinhas, elas precisam de parceiros e empresas que trabalham diariamente na troca de informações e monitoramento dos dados.

Revisar e supervisionar a segurança dos dados internamente é fundamental, mas é preciso garantir também que os parceiros e empresas que as fintechs trocam e compartilham informação, façam esse monitoramento e fiquem atentos aos acontecimentos e possíveis invasões dos sistemas.

Por isso, as fintechs precisam ter uma relação de compliance com seus parceiros, além de uma comunicação constante e detalhada.

Inovação e segurança lado a lado

Embora os serviços das fintechs sejam rápidos e fáceis, é indispensável supervisionar todo e qualquer processo, especialmente os processos que estão ligados à pagamentos.

Investir em segurança e inovação é um dos caminhos para reduzir possíveis falhas e invasões, sem essas duas vertentes fortalecidas e com acompanhamento diário, as fintechs tornam-se vulneráveis.

LogBank e privacidade: uma parceria de sucesso

A LogBank é uma empresa de meios eletrônicos de pagamentos focada em projetos B2B2C, que desenvolve soluções White Label e de Arranjos de Pagamentos em parceria com empresas que já possuam um ecossistema financeiro estabelecido.

A empresa sabe da importância de proteger os dados de seus usuários, oferecendo sigilo das informações e privacidade nos processos. Visa oferecer serviços de qualidade, e por isso investe em segurança da informação e conta com uma equipe de monitoramento orientada e atenta aos processos.

A LogBank atua dentro da recente resolução nº 4.658/18 do Banco Central do Brasil para regulamentação da utilização de serviços de cloud computing e compartilha da responsabilidade de utilizar cibersegurança nas informações.

Quer saber mais sobre a LogBank e a segurança de dados e privacidade oferecidas pela empresa? Então conheça a LogBank.

fale com a logbank
Tags: No tags

Comments are closed.